O que é o laser íntimo e para o que é usado?

Sem desesperos!! Os sintomas urinários, o ressecamento vaginal e a atrofia da parede vaginal podem ser tratados com o laser íntimo! Na Clínica Mitera, utilizamos o Monalisa, que emite o laser CO2 na vagina e na vulva, estimulando a produção local de colágeno.


A Dra. Brunna Lessa (CRM: 122109), ginecologista especializada em uroginecologia, explica como é a utilização do laser íntimo!


Clínica Mitera - laser íntimo

Por que usar o laser íntimo?

Dra. Brunna diz que, assim como todo o corpo, a região genital e íntima é vulnerável a diversos fatores durante a vida, como gravidez, obesidade, menopausa, deficiência hormonal e até envelhecimento.


“O laser íntimo atua estimulando a produção de colágeno, ácido hialurônico e elastina vaginal e vulvar, proporcionado revigoramento local e voltando a obter uma mucosa túrgida, hidratada e rejuvenescida”, explica Dra. Brunna.


Como efeito, o laser proporciona a melhora do aumento da elasticidade da parede, normalização do pH, diminuição dos sintomas urinários e infecções de repetição e melhora da qualidade de vida.


Quando o laser íntimo pode ser usado?

O tratamento tem um amplo espectro de atuação, como:

-Alterações genito-urinárias,

-Ressecamento e atrofia vaginal,

-Patologias do trato vaginal, como líquen, candidíase de repetição e HPV,

-Ninfoplastia (cirurgia para redução dos lábios vaginais),

-Falta de lubrificação.


Há algum risco ao usar o laser íntimo?

A aplicação do laser é um tratamento ambulatorial, realizado em duas ou três sessões, dependendo da patologia a ser tratada, com intervalo de 30 a 60 dias entre as sessões.


Antes de iniciar a sessão, é aplicada na vulva uma pomada analgésica para que a mulher sinta mais conforto durante a aplicação.


O laser não possui nenhum efeito colateral, mas existem algumas restrições após a sessão, como a abstinência sexual, o uso de anti-inflamatório e evitar banho de praia e piscina por 7 dias.


Qual a contraindicação para o uso do laser íntimo?

O tratamento não é indicado para mulheres que tenham herpes genital com lesão ativa, HIV, doenças do colágeno, câncer no ovário em tratamento, doenças relacionadas à coagulação, além de mulheres que usam anticoagulantes e que estejam grávidas.



O laser íntimo é uma tecnologia de ponta que vem ajudando diversas mulheres! Converse com a sua ginecologista para saber se o tratamento pode ajudar no seu caso e agende as suas sessões na Clínica Mitera!